Mãos de bondade

Cuspo e lama
Vejo os seus dedos
A primeira vez

Calos, feridas
Embelezam as mãos
Que me levantam

Nas suas palmas
Marcas do que me tirou
E deu a vida

JV

Enorme oceano II

Cacos e trapos
Construímos a ponte
Com o que sobrou

JV

Continuação de Enorme oceano

Haiku secreto

Haiku secreto
Poema interior
Inexprimível

JV

Flechas

Flechas velozes
No alvo, são as sombras
Do que quase foi

JV

Melancolia

Melancolia
Peso na minha alma
Indefinível

EV